16 julho 2007

Oração em Línguas 5


"Portanto, não há por que assombrar-se ao ver como uma prática que de nenhum modo é devida a outra tradição distinta da nossa, é revivida.
Uma vez adquirida tal liberdade de expressão dos sentimentos religiosos em si mesmos, pode-se e deve-se sentir verdadeira necessidade de compartilhá-los com outros homens; e achar-se-á normal e benfazejo que já se possa louvar, adorar, glorificar e amar a Deus segundo todos os modos de expressão dos quais dispomos – segundo todas as cordas da harpa - , expressão na qual o ‘falar em línguas’ entra como parte integrante para quem entendeu seu sentido.
Falar em línguas, concebido dessa forma, parece-me um enriquecimento espiritual; por isso, não duvidei em considera-lo como um dos frutos da graça.»


"Um Novo Pentecostes" - Cardeal Leo J. Suenens

2 comentários:

Maria João disse...

Na próxima sexta-feira, dia 20, realiza-se uma oração de TaiZé pelo Darfur , às 19h45m, na Igreja de S. Nicolau, na Baixa de Lisboa.

Participa e divulga! Se não puderes estar presente, reza na mesma.

bjs em Cristo
Maria João
Fé e Missão (Missionários Combonianos)

RAERIO DE ALMEIDA CANARIO disse...

Que bom que ainda se encontra Blogs como estes.

Deus abencoe