19 fevereiro 2009

A Conversão

.
.
Muitas vezes nos perguntam sobre a conversão que Deus opera nas nossas vidas.
Perguntam-nos por vezes se vimos alguma luz ou qualquer outra coisa desse tipo, qualquer coisa assim transcendental.
A verdade é que muita gente pensa que uma conversão se dá porque a pessoa viu uma luz, ou viu algo assim como que sobrenatural.
Deve estar na nossa imaginação a descrição da conversão de Saulo/Paulo e então julgamos que acontece assim, com uma visão de luz e num momento muito específico.
Mas a verdade é que Deus não anda por aí a “cegar” as pessoas com luzes vindas do “além”, nem a conversão é um momento específico marcado no tempo.
A conversão não vem de fora para dentro, mas acontece sim de dentro para fora.
A conversão tem sim algo de transcendente e que é a resposta de Deus à procura do homem.
E essa resposta de Deus é o dom da Fé a que o homem em conversão responde, aceitando, reconhecendo e vivendo a Fé como uma constante da sua vida, e assim acredita, entrega-se, confia e espera no Deus que vem ao seu encontro para o salvar, confirmando no viver do homem a liberdade em que o criou.
E a conversão não é um momento, mas sim uma vida, um dia a dia, um caminhar, um andar para a frente e às vezes para trás.
A conversão é uma abertura à presença de Deus na nossa vida e à disponibilidade para a mudança que Essa presença implica em nós, no nosso proceder, nas nossas prioridades, no nosso viver do dia a dia.
A conversão não é a mudança daquilo que nós somos como seres humanos, das características especificas de cada um, do feitio de cada um, porque se assim fosse seriamos todos iguais e Deus criou-nos todos diferentes, apenas iguais na dignidade de todos sermos Seus filhos.
A conversão leva-nos a potenciar os talentos que Deus nos deu e a tentarmos controlar as nossas fraquezas os nossos defeitos.
A conversão leva-nos a olhar para os outros como parte importante da nossa vida e a percebermos que sem eles não tem sentido, nem podemos caminhar o caminho da salvação.
A conversão leva-nos a perceber que não podemos sequer dizer que amamos a Deus, se vivemos apenas para nós ou para aqueles de quem gostamos.
A conversão leva-nos também a gostarmos de nós próprios como nós somos, assumindo sem medo os nossos defeitos e as nossas qualidades.
Deus ama-nos como nós somos e não como nós pensamos que Ele gostava que nós fossemos.
Deus ama-nos na nossa vontade de querermos fazer a Sua vontade e a Sua vontade é que «tenhamos vida e a tenhamos em abundância.»
A conversão não nos leva a sermos “santinhos”, mas a procurarmos a santidade no amor e na caridade.
A conversão tem de fazer de nós discípulos de Cristo, testemunhas da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, em todos os momentos da nossa vida, na dor e no bem-estar, na tristeza e na alegria.
A conversão leva-nos a viver a alegria da pertença a Jesus Cristo, que nos veio trazer a «alegria completa», e que não se exprime na gargalhada fácil, mas na paz, na tranquilidade, na serenidade interior, que se exprime exteriormente pela expressão da aceitação das provações, e dos bons momentos, pelo constante louvor e agradecimento por tudo quanto acontece na nossa vida, na certeza de que em tudo Deus está connosco e em tudo Ele nos conduz no caminho certo, mesmo que muitas vezes não percebamos o porquê das coisas.
A conversão é algo que não conseguimos transmitir totalmente por palavras, mas que devemos transmitir com a nossa própria vida, deixando que Deus se sirva de nós para tocar os corações, as vidas, daqueles que ainda não O encontraram, que ainda não O reconheceram.
.
.

8 comentários:

Canela disse...

Deus não tem voz de "trovão", nem se manifesta com nenhum "tcharam!".

Deus, Pai de amor manifesta-se na "brisa suave".

A alegria,felicidade e Paz está nos nossos corações, latente e afogada com tantas e tantas "tralhas" que lá guardamos... aquando da nossa conversão, limpamos todos esses "lixos", tantas vezes já putrefactos... essa é a manifestação de Deus na nossa vida... Ajuda-nos a "arrumar" e "limpar" a nossa "casa".

A Paz de Cristo

Anónimo disse...

Senhores

Bonito o texto. Serviu pra mim, pois eu rezava e esperava sinais. Passei nuito tempo sem rezar uma Ave- Maria. Só comecei a rezar depois que vi a Capelinha das Aparições nesse Site. Peço que rezem por mim, pois tenho fobia social, e não consigo ir na Missa.
São José do Rio Pardo- SP
Suzane

Anónimo disse...

Bendito seja Nosso Senhor JESUS CRISTO!... para sempre seja louvado e Sua Mae MARIA santissima!

joaquim disse...

Amiga Canela

Obriagdo pela visita e pelas palavras.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Olá Suzane

Obrigado pela visita.

Rezamos por ti com certeza.

Coloca esse teu problema nas mãos da nossa Mãe do Céu que Ela intercederá junto do Seu Filho amado e confia que tudo passará.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Anónimo

Obrigado pela visita.

Abraço amigo em Cristo

ana dias disse...

nao me canso de ler e, reler, meditar, neste tema; a conversao! esta muito simples e, e ai onde esta a belesa e a profundidade deste texto! um abraco em Cristo para toda a familia, comunidade luz e vida

joaquim disse...

Ana Dias

Muito obrigado pela tua visita e pelas tuas palavras.

Que Deus te abençoe, guarde e proteja.

Abraço amigo em Cristo